Posts tagged 'Fotografia'

As colheres de Alvaro Abreu ganham
novo site e voltam para a Alemanha

Dia 5 de outubro, próximo sábado, as colheres de bambu de Alvaro Abreu ganham as paredes da Galerie Braubachfive, em Frankfurt, Alemanha. O convite foi feito por ocasião da Feira Internacional do Livro, que tem o Brasil como país convidado este ano, e quando a cidade se enche de eventos paralelos. Leia o release e o texto de apresentação da mostra.

Convite Frankfurt

No dia da abertura haverá o lançamento internacional do livro ‘Alvaro Abreu Bamboo‘ — a publicação foi feita pelo fotógrafo alemão Hans Hansen em celebração aos seus 50 anos de carreira, comemorados em 2012 também com a exposição ‘Colheres de Bambu: Alvaro Abreu e Hans Hansen’, no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo.

Cerca de 400 colheres estarão expostas em mural desenhado por Carol Abreu, ao lado das fotografias de Hans Hansen, que terão tiragem limitada em impressão fine art, comercializadas exclusivamente na galeria.

Site Bambuzau

Para marcar esta nova incursão internacional de Alvaro — que é pai das sócias da Mandacaru — lançamos esta semana o novo site do artista, com informações e fotografias de toda a sua trajetória: exposições, workshops, publicações e processo de trabalho, além de textos de curadoras como Adélia Borges e a alemã Corinna Rösner, do Die Neue Sammlung — The International Design Museum, Munich, que tem hoje em seu acervo 54 colheres.

Site Bambuzau 2

Bebel acompanha Alvaro e Carol em Frankfurt, fazendo a produção e montagem da exposição. De lá, seguem para Hamburgo, a convite do fotógrafo. Visite: www.bambuzau.com.br - or the english version, here.

O livro pode ser comprado aqui.

Livro ‘Alvaro Abreu Bamboo’
de Hans Hansen

Livro Alvaro Abreu - Bamboo

17_Löffel_17_site

16_Löffel_03_site

15_Löffel_20_site

É uma publicação em formato arrojado. Composto por páginas soltas, dobradas em formato leporello e guardadas por uma luva de papel reciclado bem grosso. Apresenta 20 fotografias de 108 x 28cm, em preto e branco, com as colheres em tamanho natural, acompanhadas por 06 textos assinados por profissionais de diferentes especialidades, e editados em português, inglês e alemão.

Concepção:
Hans Hansen, Hamburgo

Edição:
Florian Hufnagl, diretor
Die Neue Sammlung – The International Design Museum Munich

Fotografias:
Hans Hansen, Hamburgo

Textos:
Hannes Böhringer, Berlim – professor
Franco Clivio, Zurique – designer
Marcus Jauer, Berlim – jornalista
Axel Kufus, Berlim – professor
Peter Nickl, Munique – curador
Corinna Rösner, Munique – curadora

Design gráfico:
Annette Kröger, Pierre Mendell Design Studio, Munique

Assistente de fotografia:
Felix Krebs, Hamburgo

Coordenação:
Bebel Abreu, Mandacaru Design, São Paulo

Impresso em Berlim, Alemanha, em 2012
Tiragem única de 1.000 exemplares,
com 300 unidades no Brasil

ISBN: 978-3-00-037678-8

 

Clique no botão abaixo para comprar o livro.
Valor: R$ 180,00 + 30,00 de frete para todo o Brasil

Colheres de Bambu
Alvaro Abreu e Hans Hansen
no Museu da Casa Brasileira

A Mandacaru tem a alegria de convidar a todos para a abertura da mostra Colheres de Bambu – Alvaro Abreu e Hans Hansen, dia 9 de agosto às 19h30, no Museu da Casa Brasileira. Veja fotos.

Esta é a primeira exposição em São Paulo das famosas colheres de Alvaro, pai das meninas-Mandacaru =) A curadoria é de Carol Abreu.

Junto a mais de 400 peças de bambu será apresentada uma seleção das 20 imagens que integram o livro ‘Alvaro Abreu – Bamboo‘, de Hans Hansen.

Dia 11 de agosto houve uma oficina no terraço do Museu (fotos aqui).

O livro será lançado dia 25 de agosto, das 11h às 15h, com a presença dos dois artistas e do designer italiano Franco Clivio, um dos 6 autores de textos presentes na publicação. O evento integra o calendário oficial do Design Weekend.

Conheça um pouco mais das colheres em www.bambuzau.com.br e no que já publicamos por aqui.

III Semana de Arte da Abril

Mais uma vez estamos presentes no evento mais descolado da maior editora do Brasil: organizamos a Semana de Arte Abril, que em 2012 está na sua 3ª edição.

Uma semana inteira cheia de atrações brasileiras e internacionais incríveis!

Mais uma vez faremos uma exposição no Salão Abril – dessa vez, com quase 70 capas e retratos feitos pela estrela deste ano: Jill Greenberg. A fotógrafa canadense radicada nos EUA também dá duas palestras e mostra ao vivo como trata as suas imagens.

Teremos também uma palestra de Robert Green sobre Vídeo: Transmídia e Tendências. Outra grande atração internacional é a première latino-americana do documentário Lintoype, the film – que terá turnê brasileira promovida pela Tipocracia e Mandacaru. Acompanhe pelo twitter @LinotypeoFilme.

A programação apresenta ainda a experiência de Iara Pierro de Camargo na Cranbrook Academy of Art, os cases da Elle e Exame e traz a pergunta do tipógrafo Crystian Cruz: Dá pra viver com só 5 fontes?

Completando a agenda, teremos o lançamento do excelente livro da Cosac Naify: Linha do tempo do design gráfico no Brasil com direito a palestra e autógrafos dos organizadores Chico Homem de Melo e Elaine Ramos. Essa será a grande atração da já tradicional Feira do Livro, que oferece publicações de arte e design com até 50% de desconto.

Sorte dos abrilianos, já que a programação é fechada para os funcionários da empresa. Muitos deles, aliás, trabalham duro pra colocar essa Semana no ar: Beijocas para Babi Brasileiro, Leonardo Eichinger, Duds Mendes, Bernardo Borges, Paty Figueroa, Willian Knack e o presidente do Clube de Arte: Antonio Carlos Castro. Nosso agradecimento vai também para Edward Pimenta, Wania Capelli, Valdir Junior, Marco de Bari, Carlos Grassetti e Thomaz Souto Correa.

 

Colheres de Bambu: exposição em Vitória

O BANDES convida para a exposição

A abertura acontece dia 16/11 às 18h30, no Espaço Cultural do BANDES,
Av. Princesa Isabel 54, Terreo / Centro, Vitória – ES
e a exposição fica em cartaz até o dia 17 de dezembro.

Nas palavras de Adélia Borges, jornalista curadora da área de design:

“As colheres são como ímã. Mesmo que por
um breve instante, estabelece-se alguma conexão
entre o ser que passa e se detém e o que ele vê.”

Essa é a primeira grande exposição individual de Alvaro em Vitória – ele, que faz suas colheres desde que teve um infarto, em 1994 e já levou várias delas pra passear pelo mundo afora.

Tantos anos depois, ele preserva a alegria desse ofício e conta um pouco da reação das pessoas quando se encontram com seu trabalho:

“Tenho visto pessoas sentindo emoções que beiram a ternura ao
se deparar com uma forma simples e delicada, a sensação gentil de
tocar e alisar o bambu, uma eventual saudade de tempos passados,
a vontade de tentar fazer uma colher. Há quem fique com uma colher
na mão, mexendo uma panela imaginária, rindo e respirando fundo,
como se estivesse sentindo o cheiro do doce de goiaba.”

Read More…